domingo, 2 de maio de 2010

Na mina de carvão



Eu e o meu gato Tiger, que é muito pequenino, peludo e muito esperto, fomos visitar um velho amigo, o Cerdic Standyford.
O pai do Cerdic era um homem muito rico e era dono de uma mina de carvão. Tinha vários inimigos, mas o mais perigoso era Charles Gorham.
Um dia, o pai do Cerdic levou-nos a ver a mina. Era um local grande, escuro, húmido, mas com muitas condições de trabalho. Durante a visita, o gerador deixou de funcionar e tiveram que evacuar toda a gente. Mais tarde vieram a descobrir que o gerador havia sido vítima de sabotagem. Voltamos para casa, mas nunca nos esquecemos daquele episódio.
Uns dias mais tarde, durante um passeio nocturno, eu, o Cerdic e o meu gato reparamos que eram muitas as luzes que passavam na estrada. O que seria? Eram carros e pareciam dirigir-se para casa de Charles Gorham. Seguimos aquela caravana e vimos ao longe o dono da casa. Aproximamo-nos e percebemos que ele estava a contratar uns bandidos para fazerem explodir a mina. Fomos a correr avisar o pai do Cerdic. Ele chamou prontamente, Eric, o seu capataz, mas lembrou-se que o tinha dispensado devido à doença da mãe. Chamou o administrador da mina e dirigimo-nos para a mina. Queríamos montar a vigia para que nada de mau pudesse acontecer.
Já em plena mina, o meu gato, que é muito brincalhão, saltou-me para cima e roubou-me o chapéu com a lanterna. Tive de correr atrás do prejuízo… Enquanto andávamos em plenas correrias, descobri que Eric era o sabotador! Eric foi preso e a mina voltou a trabalhar. Quanto aos Standyford, ficaram em dívida para comigo!

Isaac Neves

1 comentário: